A Empresa

Fazenda Bela Vista na Mídia


Rss
-

01/02/2013
TIPO A
Revista SuperVarejo, edição 133, de janeiro/fevereiro 2012.

Especializada na produção de leite A, empresa constrói sua história na divisa de São Paulo com Minas Gerais.

A Fazenda Bela Vista, empresa criada em 1987 pelo empresário Orostrato Olavo Silva Barbosa, está sediada nas terras da cidade paulista de Tapiratiba, divisa com o município de Guaxupé. A fazenda, que surgiu com o diferencial de embalar seu leite em garrafas plásticas e não em saquinhos como era característico na década de 80, fez sucesso principalmente com os consumidores paulistas e mineiros e se tornou referência na região sudeste do Brasil quando o assunto é leite tipo A.

Mas para alcançar esse status, o trabalho começou muito antes de a Fazenda Bela Vista existir. Ainda nos anos de 1960, o fundador da marca já criava gado e fazia ordenha de seu rebanho nas mesmas terras que hoje abrigam a empresa. “Era outro tempo, o gado se alimentava nas pastagens e era trazido aos barracões para a ordenha”, comenta Sérgio Ferraz Ribeiro Filho, neto do fundador e atual administrador da Fazenda Bela Vista.

Há 50 anos, esse método de criação de gado leiteiro também rendia um leite de qualidade, mas o trabalho era muito grande e a produção era dependente de muitas variáveis. Isso incomodava o fazendeiro Olavo Barbosa, que não se cansava de procurar alternativas. Em 1980, numa viagem ao exterior, conheceu o método de criação de gado em confinamento, com alimentação especial, e não teve dúvidas: mudou toda a sua fazenda. “Meu avô começou essa reformulação em 1984 e em três anos a Fazenda Bela Vista estava preparada e lançando um produto pioneiro no mercado”, conta Ribeiro Filho.

No tempo em que o gado era criado em pastagens, o custo do leite era menor e a produção era vendida totalmente para usinas. Com o modelo de confinamento, conhecido também como “free stall”, o custo do processo aumentou, assim como a qualidade da operação, e isso foi determinante para a marca Leite Fazenda Bela Vista ser trabalhada comercialmente. “Com a mudança foi possível ter controle de 100% do processo de criação, ordenha e industrialização do leite. Nosso leite, que já era bom, foi ficando cada vez melhor”, explica Ribeiro Filho.

A decisão pela embalagem em garrafas plásticas foi tomada com o objetivo de proteger melhor o produto. Desta forma, segundo Ribeiro Filho, o leite tipo A da Fazenda Bela Vista passou a durar até oito dias com a embalagem fechada e até três dias depois de aberto, se conservado na geladeira. “Um leite de qualidade com uma durabilidade boa agrada qualquer consumidor”, ressalta o administrador.

Outra vantagem dessa embalagem foi unir a praticidade e durabilidade ao marketing, uma vez que remeteu a lembrança do consumidor ao leite fresco comercializado em garrafas de vidro, muito comum nos anos anteriores ao uso do saco plástico.

NÚMEROS

O rebanho de ordenha da Fazenda Bela Vista conta hoje com mais de 2 mil cabeças de gado. Praticamente o dobro do início da criação da empresa nos anos de 1980. A produção também aumentou significativamente.

Se na fundação da empresa cada vaca dava em média 11 litros de leite por dia, hoje elas atingem entre 25 e 28 litros de média diária, o que pode ser considerado em recorde nacional, dependendo da estação do ano. “Cada vaca de nossa fazenda pode ser ordenhada de 8 em 8 horas”, explica Ribeiro Filho.

A melhoria do rebanho é uma constante da administração da fazenda. Desde a fundação, foram adquiridas vacas holandesas para qualificar a produção de leite, Atualmente, embora 2 mil vacas sejam ordenhadas, outras 4 mil compõem o chamado rebanho fechado, que garante a evolução do gado. “Temos um laboratório onde fazemos o cruzamento de nossas espécies, aperfeiçoando o rebanho com gado nascido na própria fazenda”, explica Ribeiro Filho.

A Fazenda Bela Vista pretende continuar sua expansão nos próximos anos e a expectativa é que o rebanho de ordenha cresça 50%. Além dos mercados de São Paulo e Minas Gerais, onde já está consolidada, a marca buscará novas fronteiras. “Queremos expandir nossos produtos para outras praças Hoje não temos mais só leite, mas queijos, iogurtes e até sucos”, conclui Ribeiro Filho.

Fonte da matéria: Fazenda Bela Vista.
Jornalista Responsável: Fábio de Lima


TopoImprimir
-